Meet me in St. Louis…

Pequeno, escuro e cheio de artefatos vintage. Assim é o St. Louis, no Jardim Paulista, zona oeste de São Paulo. Não bastasse isso, ainda serve lanches que estão sempre nas listas dos melhores hambúrgueres da cidade. Os preços subiram um pouco, mas continuam abaixo dos praticados pela concorrência.

Foto: Tadeu Brunelli / Época SP

Estacionamento:

É questão de sorte. Não há serviço de valet nem estacionamentos próximos, então o jeito é encontrar lugar na rua. Durante o dia, paga-se zona azul, mas à noite não é preciso gastar sequer com flanelinhas.

Entrada:

Quase sempre é preciso enfrentar uma fila de espera que cresce lá pelas 21h. Passado esse obstáculo, não se deixe enganar por uma placa espirituosa ao lado da porta, na qual está escrito: “This is not Burger King, you don’t have it your way. You have it my way or you don’t eat the damn thing”. O lugar é aconchegante e o atendimento, atencioso.

Entre as opções de entrada estão porções tradicionais, como onion rings, batata frita e batata com cheddar e bacon (R$23). A batata não é extraordinária, o cheddar leva muito amido e o bacon… bem, é bacon. O que surpreende são os extras: molho barbecue e cebola grelhada. Fica adocicada, uma delícia!

Prato principal:

Para nós, o grande mérito da lanchonete de Luiz Cintra é saber equilibrar os sabores e as quantidades. Não é porque maionese é gostosa que precisamos lambuzar os lanches com ela. No St. Louis tudo é comedido, mas por uma questão de paladar e não de economia.

O Tommy’s (R$24) – hambúrguer, queijo prato, chili e salada – não chega a mesa transbordando, apesar da receita cremosa. Tampouco faz você suar com a ardência da pimenta. O chili é levemente picante e vem em quantidade moderada, o que é perfeito para saborear o hambúrguer feito no char-broil.

Mais forte, o Pepper Crust (R$28,5) tem hambúrguer revestido em pimenta do reino e molho de mostarda dijon. Parece ser o contrário de tudo o que dissemos até agora, mas não é, pois leva hambúrguer maior, o que suaviza o impacto dos demais ingredientes.

O Bacon (R$22) – hambúrguer, queijo e bacon – é simples, mas eficaz. Quem disse que só de ingredientes gourmet e receitas inusitadas vivem os bons lanches? Já o New York Street Dog (R$15) aposta em uma mistura de resultado agridoce – molho de tomate acebolado e cole slaw – para acompanhar salsicha consistente, batata palha e batata chips.

Uma coisa bacana é que é possível transformar as receitas dos lanches em versões vegetarianas. Cobra-se R$2 a mais para fazer isso.

Sobremesa:

Tortas! De limão com calda de framboesa e de maçã com sorvete de creme. Vale a pena pedir as duas e fazer um rodízio com os companheiros de garfo.

Outras considerações:

“Embora as porções possam parecer pequenas, elas realmente satisfazem sem que você se sinta estufado. Outra delícia que vale comentar é a Berrie Lemonade (R$7) – limonada e framboesa. Diferente e refrescante.”

“Além do ambiente ser incrível, a comida  é deliciosa, com uma inesquecível torta de maçã. Segue uma ressalva: se você estiver em muitas pessoas, não espere um tratamento especial, você vai ficar na fila – e que fila! – como todas as outras pessoas, mas tudo isso vale muito a pena. Lanche gourmet com um preço bem bacana. Queria que tivesse um restaurante desses na esquina da minha casa.”

St. Louis

Rua Batataes, 242 – Jardim Paulista

Tel.: (11) 3051-3435

www.stlouisburger.com.br

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s